Mudança é um processo

18 abr

mudançaprocessoImagem: Fonte

Somos todos um bando de ansiosos. Somos sim. Eu, você, o vizinho, aquela pessoa que sentou ao seu lado no ônibus. Todo mundo. Somos como aquela criança que não consegue esperar sua vez de ser atendida, e fica cutucando e chamando repetidamente ‘mãe’, ‘mãe’, ‘mãe’, ‘mãe’….

Isso não é nossa culpa, necessariamente. Tudo meio que funciona de maneira imediata hoje em dia, com mensagens, emails, notícias a qualquer hora em qualquer lugar, internet com velocidade cada vez mais rápida (por mais que não funcione sempre). E quase sempre queremos fazer tudo ao mesmo tempo. Esperar é um conceito antiquado.

É muito difícil ter paciência nos dias de hoje, falo por experiência própria. Se é algo que eu quero muito então, caramba, eu seria capaz todas as unhas se tivesse este hábito, tamanha é minha ansiedade! Eu tento me controlar o máximo que posso, respirar, meditar e etc. Mas basta um segundo de distração que eu já começo a projetar, analisar e querer apressar a vida toda novamente.

Até que, um dia assistindo vídeos de coaches gringos (sim, assisto vídeos motivacionais no YouTube), eu me deparei com a seguinte frase ‘Change takes time’, e foi como se tivesse encontrado o mapa do tesouro, sabe? kk A partir daí comecei a refletir sobre vários aspectos da minha vida e sobre minhas metas e minha postura diante delas.

A mudança realmente leva tempo para se tornar uma realidade de fato. Não é algo do dia para a noite. Não é porque resolvi ser gentil com todas as pessoas a partir de agora, que isso me torna uma pessoa gentil. Não é porque estudei hoje que sou uma pessoa estudiosa. É a repetição destes atos, dia após dia. Apenas o tempo é capaz de tornar uma mudança algo permanente.

Por isto fazemos planos, criamos metas e sonhamos. Fazemos algo hoje porque a repetição desta atitude formará um hábito que desejamos ter ali adiante. Ou porque a sucessão de diferentes tarefas/metas nos trará um resultado que desejamos a longo prazo. Não é mágica. E para pessoas ansiosas como nós (como eu, pelo menos) este processo é quase uma tortura.

Infelizmente, não há saída a não ser esperar. Tento compreender e sempre me lembrar que a vida nada mais é do que uma sucessão de fases, e observo o progresso que tenho a cada dia, a cada semana e assim por diante. É mais fácil assim. Porque ao focar nas pequenas vitórias eu paro de obcecar com um resultado longínquo, e começo a relaxar e me divertir. E a surtar menos!

A felicidade não está no fim da jornada, e sim em cada curva do caminho que percorremos para encontrá-la. (Autor desconhecido)

 

  • Categorias: Bem Estar | Tags: , , , ,

  • Fatal error: Call to undefined function wp_related_posts() in /home/palav807/public_html/wp-content/themes/inlovedesign/index.php on line 61